sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Pego duas balas e enfio na boca ao mesmo tempo.
O ano mal começou e já tá tudo ruim.
Na verdade teve uma coisa boa.
Acordei e olhei o celular.
Cinco novas mensagens.
A CARTA DO RAFFA FINALMENTE CHEGOU! *_*
Tinham entregado na vizinha, santa incompetência u.u
Aí saí na sala.
1. chovendo,
2. Karen says: seu pai só vai receber amanhã e não me deram o vale, não tem dinheiro pra você ir na festa.
Tá, com certeza eu não ia ficar com ninguém, mas posha, tinha que destruir meus sonhos de um reveillon sem show da virada? @__@
Pronto, fodeu com meu ano inteiro. Como assim "ano que vem você vai"??? Só porque ano que vem eu vou ter quinze anos??
Ela ficou muito feliz com isso. Aposto que ela tá escondendo dinheiro só pra eu não ir. Não é muito mais fácil dizer "não quero que você vá"??
O Raffa pediu pra eu colocar crédito no cel e ficar mandando mensagens pra ele, mas se eu não tenho nem dinheiro pra ir pra festa ;; - nessa hora que eu devia ter um namorado trouxa pra comprar crédito pra mim :P
O Raffa é o amigo que eu mais amo no mundo, e ele ficou tão feliz com a carta *-*
E sinceramente, eu queria muito passar o reveillon com ele. Preferia mil vezes reveillon na internet do que reveillon em festa.
E nem internet eu tenho.
Odeio ser pobre, ODEIO.
Vou escovar os dentes >.<


Oh-oh. Como se eu não tivesse problemas suficientes, parece que uma das orelhas vai infeccionar.
Isso me ensinará a não colocar piercings no futuro.
Também, coitada da orelha, ela é A Defeituosa desde que meu brinco anterior (de segundo furo) passou por dentro dela. É quase como parir um bebê, passar uma tarraxa de pressão por um furinho de orelha.
Posso dizer que a minha orelha entrou em depressão pós-parto :B
Hm, whatever, tive um sonho tão cool.
Era três e meia da manhã, antes do primeiro dia de aula no Integrado, e eu tava no msn conversando com o Rô e com o Rê UIHAOIEHAEIOHAE aí eu tava tentando dormir, só que o sol já tava no céu, o céu tava azul e lindo como se já fosse de manhã.
Aí eu fui pra escola, e tinha uma amiga nova minha que tinha zilhões de maquiagens e emprestava pra gente, aí eu passei primeiro uma sombra rosa que ficou bizarra, depois uma preta que ficou mais bizarra ainda, depois uma verde e por fim uma roxa. Aí quando eu tava delineando os olhos, um berro:
MENINA, O QUE VOCÊ AINDA TÁ FAZENDO AQUI??
Terezinha. Pesadelo detected.
(vou almoçar aí continuo, bjs)

(voltei, continuando)
Aí eu disse "o mesmo que você tá fazendo aqui", e umas meninas esquisitinhas que estavam por perto ficaram com cara de :O
Aí eu terminei de me maquiar e fiquei procurando a aula que eu teria, aí eu cheguei numa aula onde a Dinorá era a professora, e todo mundo ficou me olhando estranho por causa da minha maquiagem.
Aí eu sentei numa carteira manca e todo mundo riu, aí eu ri também e mudei pra uma carteira normal.
When the morning light fights through the cracks cascading across the bed, and you are mine, when your parents start to wake for work, between the sheets I'll keep a watchful eye ♪
William Beckett <333333
This could be the last mistake I would ever wanna do. And all I ever do is giving this time you'll see my point-of-view ♪ {?}
Minha orelha tá inchada :S
E não é só gente falando mal de mim :B
Galerë, vou passar o reveillon totalmente de vermelho – assim eu me garanto um pouco mais :B
When you hear this song, I hope that it gives you hell! ♫
Suuper amoroso.
Deu vontade de ouvir fob agora D:
Perdi meu login do Yahoo, comofas/
Acho que é algo como nervouswreck.fob ou coisa assim.
Qualquer coisa eu faço um photobucket {?}, ou um Picasa, sei lá.
You can bow and pretend that you don't, don't know you're a legend ♫
Ai que tédio. O dia mais importante do ano e o que eu tô fazendo? Sentada ouvindo Pavlove.
Well, se isso torna a coisa mais feliz, tô ouvindo the music or the misery.
Acho que isso é ainda pior que ver o show da virada.
I could walk this fine line between elation and success, we all know which way I'm going to strike the stake between my chest *-*
HEY CHRIS! YOU WERE OUR ONLY FRIEND. AND I KNOW THIS IS BELATED, WE-LOVE-YOU-BACK!
Tô meio triste, acho que eu vou mexer na minha caixinha de coisas preciosas :B
What a catch. Informativo cultural: existe camisinha pra língua \o\
Eu tava caçando horóscopo numa revista e achei isso xD
E, embora eu tenha bastante chances de morrer virgem, ainda posso ser sexóloga 8D como diz o Trida "se todo mundo fosse fazer o que gosta seria sexólogo" :'D
Vou limpar o quarto, embora ache ridículo isso de "vamos começar o ano novo com a casa em ordem".
Como se isso fosse botar a nossa vida em ordem.
Minha vida sempre vai ser uma bagunça ainda maior que a do meu quarto, e tudo nela sempre vai estar em qualquer lugar, menos onde realmente deveria estar.

This won't mean a thing tomorrow, as exactly as I'll make it seem, coz I'm still not sleeping thinking that I've crawled home for worse than this.
Ai que tédio.
Cara, porque toda mulher tem que ter a orelha furada? Que coisa mais inútil, meldels. Achamos os índios tãão primitivos mas temos o mesmo costume que eles – tudo bem, eles não conhecem esterilização com óxido de etileno, mas ainda assim é um costume totalmente inútil que nós herdamos deles.
A orelha esquerda às vezes eu tenho que colocar a mão pra ver se ainda tô com o brinco mesmo, mas a direita tá inflamando.
O churrasco em casa já não me parece tão má idéia assim – ia ser um saco ver as gêmeas beijando seus namorados enquanto eu fico sozinha. Provavelmente a única pessoa sozinha lá, enquanto todo mundo dá um jeito de beijar alguém.
É, definitivamente, se for pra se sentir entediada, que seja no conforto da minha casa e sem pagar por isso UAHEUHEAAE xD
Uau, anotem na lista de conhecimentos úteis: guaraná é bom pra pele. Meu irmão derrubou guaraná na minha cara, aí minha vó disse "deixa a pele bonita, sabia?", aí a antona aqui deixou até secar... e deixou minha pele boa *o*
Embora melada, claro. Aí eu lavei uns quinze minutos depois.
"Meus olhos viraram asteriscos e minha boca um sinal de menos enquanto eu lia" UHASHUSHUASHUASUSAH Raffa <33
As mensagens que ele mandou foram tão bonitinhas. Há milênios que eu não acordava e tinha novas mensagens.
Jye, el amo vosse, Bey, el amo vossey -q
Todos melhores amigos se chamam por apelidinhos fofos e bestas de três letras? O trida, que era meu melhor amigo antes, me chamava de Thatha, Thats, Lola, vaca, vaquinha, vacosa, vaquenta, vida, amor, coração, bebezinha, xoxo, e outras coisas cretinas do tipo – cretinas, mas que eu achava uma graça na época.
E o Raffa me chamava de mãe, Thatha, Thats e Sun, até resolver que precisávamos de apelidinhos de três letras de melhores amigos – Bey é cool.
Quando eu conheci ele chamava ele de Fael {?} porque já tinha muito Rafael-com-um-éfi-só na comunidade :B
Whatever 8D
All the songs have been sung, all the wrongs have been done. Time now for me to go, time now for start the show! ♫
Ok, acho que é injustiça dizer que eu passei todos meus reveillons vendo o show da virada.
Quando eu tinha quatro anos, por exemplo, eu fui pra casa da prima da minha mãe... e no exato momento que os fogos estouraram, eu comecei a chorar e pedi pra ir pra casa – a Karen, coitada, não comeu nada, e ela tinha contribuído com um monte de comida.
Quando eu tinha cinco anos era a virada do milênio, então todo mundo simplesmente precisava comemorar. Fui num churrasco na casa de uma prima de segundo grau que eu não lembro o nome e fui obrigada a tirar foto com aquele monte de gente estranha... sem contar que eu consegui a façanha de me fechar dentro de uma cadeira da Skol. Quero dizer, eu parecia um pão de queijo amassado enquanto todo mundo berrava pelo novo milênio, século e ano. Suuper feliz.
Quando eu tinha sete anos eu tomei champanhe e não lembro o que aconteceu :'6 só sei que eu fiquei em casa mesmo e pá.
Quando eu tinha oito anos eu fui pra casa da mãe do Mário – morrendo de dó de deixar meu cachorro sozinho em casa – e ela fez a comida ruim de sempre. Passei a noite toda comendo arroz e tomando Guaraná Bolinha, o pior do Mercado.
Quando eu tinha dez anos todos os parentes do Mário foram pra minha casa, daí choveu, daí eu fiquei brincando de Barbie com as minhas primas. Não foi um reveillon muito ruim.
Na verdade meus natais são sempre piores que reveillons. Com seis anos eu passei o dia com a Sertão – ela tem uma tia cabeçuda sinistra que parece um martelo, ou uma bisteca, tenho medo dela até hoje.
Com sete anos a mãe do Mário fez um peru, só que ficou cru e sem tempero.
Com oito eu não tive presente nenhum, com nove eu só ganhei uma barbie e não teve comilança (odeio essa palavra uhsaasuhas), com dez foi reunião de parentes na casa do irmão do Mário, com onze eu nem lembro, com doze eu passei a tarde do dia 25 no msn com a Gih, na casa da minha madrinha – mentira, ela não é minha madrinha mas eu considero. Com treze eu passei com o Raffa no msn, melhor ever *-* e com 13 eu passei, hm, com meu blog :D
Things aren't the same anymore, some nights it gets so bad, I almost pick up the phone ♪
Que fome. Pra variar não tem nada de bom pra comer. Vou ficar passando fome até o churrasco ficar pronto, e então atacá-lo com uma fome de quarenta anos e gula de todos os tempos.
Mas pra não perder o costume, vou fazer minha listinha de pedidos pra 2009.
De 2006 pra 2007 eu fiz mais de cinqüenta itens e não realizei nenhum; de 2007 pra 2008 eu fiz apenas quatro itens e realizei dois. Então vou fazer uma lista, hm, entre cinco e dez coisas.
1. ver um show do fob \o/
2. o Joe gravar uma música sozinho *-*,
3. ter amigos verdadeiros,
4. ter internet de novo pelamordedelstipoassimpraamanhã
5. ter um namorado real,
6. emagrecer :X
Prontíneo. Não quero nada além disso.
Why don't you show a little bit of spine you've been saving for his mattress? IUAHOEHAOEIEHA
O remix é tão fodones *-*
Que sono :G
Posha, é incrível como a história do livro vai evoluindo e fugindo do meu controle. A Milena ia ser o par romântico do Diego e ela acabou nem aparecendo muito na história. Se bem que eles não são exatamente do tipo que faz par romântico.
Mas a Daniela é ainda mais maligna que a Milena :G
Eu tenho mania de falar dos meus personagens como se eles existissem.
No caso quase todos existem [exatamente do jeito que são no livro]...
Mas não a Daniela.
Vermin and Jet Lag, please take me back, please take me back. I'm a stray dog sick, please let me in, when life keeps tripping, singing vows before it exchange smoke rings ♫
O livro tá ficando bom \o\
Gzuuz, são seis e meia e só vão começar a assar carne às oito. QUE FOME.
Às sete e meia eu vou tomar banho e colocar minha roupa-toda-vermelha-atrai-marido QQ
SOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO AND WHEN IT ALL GOES TO HELL, WILL YOU BE ABLE TO TELL ME SORRY WITH A STRAIGHT FACE! ♫


Voltei, tava tomando banho já.
Vermelho is for lovers! \o/
Esse vestido vermelho "melindrosa" (minha vó disse que chama içae por causa da barrinha presa, tipo "sou melindrosa e não quero que o vestido levante" >.<) realmente não fica ruim em mim :B — quero dizer, eu não fico parecendo o papai Noel.
Já tô toda de vermelho (H)
Eu ia usar sutiã vermelho também, mas ele tava apertado.
Porra de costas enormes que não fazem um sutiã 46 fechar >.<
Tenho certeza que a Karen vai dizer "é só uma festinha entre nós, não precisa ficar tão chique".
Sinceramente, eu nem ligo muito pro natal – exceto pras luzes – mas superestimo o reveillon.
E eu não vou me arriscar a usar uma cor tipo stol-no-hospital-rs, tipo verde ou azul claro.
Tô com fome e agora que são sete e meia.
Tenho certeza de que a Karen vai deixar pra se arrumar onze e meia.
Deve ter queima de fogos lá no calçadão ou aqui bem perto, aí eu vou.
Não consigo raciocinar com fome.
IUAHAIUAHEIUAEHAE QUE CEGA.
Tava passando o dicionário aleatoriamente e vi a palavra "pebble". A tradução é "seixo", eulisexoevocê
:'D
Ai, ai, que fome.

Vou pra lá, e se eu não voltar, feliz ano novo.

Bem, é claro que eu ia voltar – quinze minutos depois.
Esse povo louco só serve pra me deixar estressada u.u
Nem comi ainda ç.ç
Quase nove horas e o porra do velho não consegue fazer o fogo aumentar.
É engraçado que estando lá eu fico louca pra estar aqui, e estando aqui eu fico louca pra estar lá.
"Eu não sabia então, que aquele cara na camisa bufante, com calça preta apertada iria um dia significar mais para mim do que minha própria vida… seria um dia o meu tudo." Que limdsss.
Ela vai salvar ele, que lindo ;_;
Vai abrir mão da felicidade dela com ele pra dar outra chance de viver a ele ;__;
And I'd promise you anything but another shot at life ♫

When I hear my favorite song, I know that we belong, oh, you are the music in me ♫
Meus irmãos estão vendo o DVD do HSM, que felicidade.
Eu só gosto da Tisdale e do Lucas Grabeel, bjs. E do Corbin :B
Grazadels tá começando a sair carne *-*
Vou comer até morrer, bjs.
É, não é exatamente ruim fazer um churrasco familiar no último dia do ano .-.
Mas ainda assim eu queria passar o reveillon com o Raffa de novo.

21:50, já comi um pouco mas ainda tô com fome :B
Nunca senti tanta fome na minha vida, starvation mesmo u.u
Deve ser porque eu não como direito há muitos dias.
Só pão, coca, e umas outras porcarias.
Tsc, tsc. Preciso comer direito ano que vem – daqui a duas horas e dois minutos, perdão.
"Eu não fiquei sentado comendo bombons por 150 anos quando eu era um fantasma." HUSAHUSUHDHUDHUSDHUSDHSDUSHDSDUHSD SENTADO COMENDO BOMBONS POR 150 ANOS :'6
Uau, que lindo, o Paul ficou bonzinho no fim *-*
Se o Paul Slater original tem conserto, podemos dizer o mesmo dos Pauls [hhhm] espalhados pelo mundo Q

Ai D:
Eu engoli pão e me deu dor de ouvido :')
Bem-alimentada, vento no rosto, roupa confortável e escrevendo o livro. Me sinto viva.


Voltay. Sou a feliz proprietária de um copo de raposinha e de uma barriga lotada de carne, coca e... cerveja.
O R me deu cerveja :B
Tipo, ele é a pessoa velha mais legal que eu já conheci, sabe? Eu normalmente me sinto intimidada de ficar deitada no colo de um cara beem mais velho, mas com ele não. Ele é como o pai que eu nunca tive – ele que disse. Tipo, eu sei que o Mário gosta muito de mim, e eu também gosto muito dele, mas ele nunca teve isso de cuidar de mim e de me dar colo, sabe? E eu também nunca fiz questão, sempre me senti meio que um pé no saco pra ele, afinal, ele nem era realmente meu pai. Ele é um cara muito legal que faz o que pode fazer.
Mesmo que eu tenha sido filha única por nove anos, eu sempre fui de ficar sozinha, sabe? De não falar o que eu penso ou sinto. De preferir chorar sozinha por vergonha de querer colo de alguém. De dar um sorriso mesmo que eu esteja desabando por dentro. Eu nunca tive uma presença masculina assim, e sempre me apaixonei por caras mais velhos que eu, porque eu acho que procurava segurança num cara. Acho que muito da minha carência é de poder deitar no peito de alguém e ficar lá quietinha. Fosse de alguém no lugar de meu pai, ou de um amigo – acho que eu tenho poucos amigos em quem eu deitaria no peito pra ficar quietinha assim – ou um namorado.
Claro que eu nunca sei ao certo, mas ainda assim é um pouco confortante procurar novos modos, você sabe, de montar o quebra-cabeça.
O único defeito do R é falar de coisas constrangedoras como se fossem o cachorro da família.

2 comentários:

Marcelo disse...

(... sem contar que eu consegui a façanha de me fechar dentro de uma cadeira da Skol. Quero dizer, eu parecia um pão de queijo amassado enquanto todo mundo berrava pelo novo milênio, século e ano. Suuper feliz.)


KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.....
Não aguentei de rir aqui.... boaaaaaaaaa Thatha.
ahuahuahuhauhauhauhauahau

Thatha disse...

UIAHIUEHEAIUAEHIUAEH, eu vou continuar escrevendo do jeito ex-certo novo-errado, eu acho @_@
IAHEIOHAIOHAEOIHAEOIAEH sou piadistë :P