terça-feira, 30 de dezembro de 2008

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

meio-dia e meia.
Sonhei que a Mariane tava toda apaixonada por um cara, e foi correndo na minha casa pedir pra eu ajudar ela a comprar tudo o que ela precisava usar no primeiro encontro.
Mariane não é desse tipo. Se algum dia ela se apaixonasse assim, ela escolheria a melhor calça, o melhor sapato, ficaria horas trocando de blusa e passaria muita maquiagem – só o que alguém normal faz. Eu é que sou desse tipo, de sair em busca da roupa perfeita.
Aí ela me fez sair de pijama e tudo, e a gente entrou numa joalheria daí. Fiquei vendo os preços – a coisa mais barata custava 48 e era um colarzinho alaranjado beem normal, pelo qual eu pagaria, se muito, quatro reais.
— Eu tenho cem reais. — a Mariane disse, o que eu considerei muito, vista a pão-durisse do pai dela.
— Na pink biju você acha um daqueles – apontei pra uma pérola falsa de setecentos reais – por vinte.
Aí a gente saiu da joalheria. Jóia pra mim é uma coisa tãão inútil. Quero dizer, meu colar mais caro custou quinze reais, e eu achei simplesmente ABSURDO, assiburdo mesmo.
Assiburdo :'D
Aí a gente foi indo pra minha casa pra eu trocar de roupa. As gêmeas tavam no meu quarto.
— Mariane também vai deixar de ser solteira. — falei, enquanto mexia na minha gaveta em busca de uma roupa decente.
— Os meninos vão vir pra cá. — disse Mariana. Ela tem a mania insuportável de arrastar o Rafael, o namorado dela, pra tudo quanto é parte. Eles acabam brigando na minha frente.
E a Milena, se ainda tá namorando aquele tal de Paulo ou qualquer-coisa-assim deve estar arrastando ele pra cima e pra baixo também.
Ou arrastando a primeira sílaba do nome dele pra cima e pra baixo xD
Que vontade de ouvir boys will be boys *-*
Então, eu devo dizer que tenho evitado elas. Não foi muito agradável a última vez que nós saímos – eu morri de tédio.
Mas passar o reveillon numa festa com a Daiane e a Mariane é tão provável quanto o Jared Letto trazer café da manhã na cama pra mim (eu ia dizer uma coisa mais pervertida mas tudo bem :B)
Aliás, voltando ao sonho.
Eu tava trocando de roupa quando a Karen veio dizer que os namorados delas tinham chegado, e a Karen disse:
— Tá vendo, agora você é a única solteira.
UAU, isso é um pesadelo.
— A Daiane também. — falei.
— Mas a Daiane é magra. Você é tão bonita, Thamires, porque você não se cuida?
BUM, acordei do pesadelo.
("Bum" me lembra uma peça que chamava, err, como era mesmo? Esqueci. Enfim, a gente andava em volta de um personagem gritando "Bum", aí um dia a gente combinou de gritar "Bum, bum, bumbum quer respirar ♪" que idiota. Mas foi tão engraçado. Posha, eu tinha doze anos auheuhaeauehae)
Ok, a Karen tava certa no sonho. Mas a Mariane e as gêmeas também não são lindas assim. Quero dizer, até que elas são bonitas, mas a Mariane também não é tuudo isso – ela tem braço musculoso D: - e as gêmeas também não são liiindas assim, e nem é inveja, porque ainda assim elas são muito mais bonitas que eu. A Daiane é a mais bonita de nós três. Eu não me lembro de ter conhecido uma guria que fosse tão "uau" – daquelas que dá medo do menino que você gosta se apaixonar por ela, mas a Daiane, que era beem estranha antes, agora é bem "uau".
Aliás, a Mariane tá realmente se achando. Só porque o primo do Matheus – deve haver uma foto dele com ela – tá loucamente louco {?} por ela. Eu mal conversei com o garoto mas, embora ele pareça legalzinho, ele não é bonito, nadinha. E a Mariane é do tipo que só gosta de menino MUITO bonito. Ela não é que nem eu, sabe? Claro que eu já gostei de uns bonitões e talz, mas claro que o lance foi totalmente platônico. Depois que eu descobri que os bonitinhos normalmente são os mais legais, eu só gostei de bonitinhos. Leia-se: aqueles que as minhas amigas dizem: "Alguém tem que fazer o trabalho sujo, né?", ou "Credo, Thamires, que cara feio".
Içae.
E o Matheus, claro, tá morto de ciúme. Sinceramente, o menino é tão feio que, se obrigada a escolher, eu preferiria totalmente pegar o Matheus que ele.
Não que eu não tenha superado aquele lance todo da Uniesp e do "sólido, líquido e bêbado".
Talvez só a filosofia "se for pra ficar com um merda, fique com um merda conhecido/amigo".
Não sei de onde eu tirei isso. Fala sério, acho que colocaram conhaque na pipoquinha doce que eu comi agora há pouco.
Ih, é uma cilada Bino :B
Achei um doc com poemas em inglês do Poe. Eu adoro o Poe, mas porque ninguém traduz essas porras? É muito difícil a linguagem que ele usa.

"Era uma vez uma triste meia-noite, enquanto eu ponderava, fraco e cansado,
Sobre uma quantidade enorme de aprendizado esquecido,
Enquanto eu me sentia com sono, quase cochilando, de repente senti um tapinha
De alguém gentilmente batendo, batendo na minha porta branca"

Sinceramente, dream within a dream é muito limds, mas não gosto de poemas que não sejam sobre amor, ou suicídio, ou essas coisas legais aê. Pode ser muito limítrofe, mas pra mim poema é relacionado ao amor, ou a esse tipo de emoção. Poema é como conseguir ler os olhos de uma pessoa que ama e transferir isso pra palavras.
Ok, foi muito sem noção.
Já ouvi qualquer coisa sobre Lenore de Poe, mas não lembro exatamente o que – a única coisa que eu lembro sobre ele é sobre o conto dos gatos enforcados.
Todo poeta precisa de uma musa, eu acho.
Castro Alves tinha aquela atriz portuguesa, embora eu não lembre o nome dela, mas ele tem um poema que chama Tereza que é muito bonito. E muito triste :B
Vou ver se eu tenho aquele papel ainda.
Caraca, deviam inventar outra palavra pra rimar com "beijo" que não seja "desejo" (ok, queijo rima, mas queijo é broxante numa poesia). Essa rima é tãão belated.
Pensando bem o poema da Tereza não é muito bonito não. Haha, "passaram tempos, séc'los de delírio, prazeres divinais, gozos do Empíreo" :'6
Na verdade eu gosto mais do poema do navio negreiro u.u
E do boa-noite.
"É noite, pois! Durmamos, Julieta!
Recende a alcova ao trescalar das flores,
Fechemos sobre nós estas cortinas...
— São as asas do arcanjo dos amores" *-*

Well, ele era bem mais "poeta dos escravos" que romântico.
Ai que post nerd ._.
Oh noes. Esqueci de ler os dois blogs que eu acompanho ontem :(
Mentira, não deu pra ler por causa daquele PC ruim daquela lan house ruim u.u dels queira que a lan house boa esteja aberta hoje.
Vou tomar banho, tô morrendo de calor aqui D:


Voltay.
Ai que fome. A Karen foi no mercado há-tipo-assim-uma-vida e não voltou.
Vou ser obrigada a deixar um bilhete dizendo pra ela ligar pra mãe das gêmeas e tal.
EPA, BARULHO NO PORTÃO.
Pronts. Tô indo, bgs.

2 comentários:

Marcelo disse...

Thatha, como não voltarei aqui no seu blog esse ano, te desejo antecipadamente, um feliz e maravilhoso 2009, pra vc, a Karen, sua avó, seus irmãos e toda a sua família!
Que o réveillon na boate seja memorável, que vc curta bastante e aproveite cada momento.
Seja feliz, sucesso em 2009, continue escrevendo e principalmente, seja vc mesma, pq é uma delícia acompanhar todos os seus sentimentos e conhecê-la um pouco mais, mesmo que apenas pelo blog.

Bjuss e felicidades

Liipee disse...

caraka..
li quase tudo confesso !
UHwiuQHWUqhwqiuHWq
mas a primeira silaba do PAULO
foi foda:)

tá bom em piadas em?
tanto faz..
bejocas.

e sobre a escola, se como conseguir coisas boas e safadas.. era só andar comigo..;xx
;*